Paul G e amigos 'agitam' Cine Atlântico

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

 

 

 

paul-g-281-211


Luanda - O músico angolano Paul G realizou nessa sexta-feira, no Cine Atlântico, em Luanda, um show musical, do qual participaram vários artistas nacionais e internacionais.
 

Com o cenário devidamente montando, o recinto foi pequeno para albergar os inúmeros fãs que acorreram ao local, para ver actuar o ex-integrante do grupo SSP e os seus convidados.
 

O show teve início às 21horas, com a actuação do grupo BDD, que evidenciou os seus dotes na dança e música. Seguiram-se os músicos Mono Nicastro, Cage One, os grupos Dream Boys, Click Lv, Os 3, Génesis e a encerar a primeira parte Papichulo.

Com muita luz e fogo de artifício, a segunda parte foi animada por Paul G, que foi ainda assim antecedido do grupo Zonas 5, levando os presentes ao delírios, com os temas de sucesso “Eu sou solteiro” e o seu mais recente Hit “Vamos jogar de se pó”.
 

Seguiram-se os grupo Army Squad, com músicas do álbum “O regresso do tubarão” e do seu novo trabalho “Os imortais”.
 

Pisaram ainda o palco do Cine Atlântico o kudurista Puto Prata, Ary e o grupo Kalibrados.
 

Paul G não deixou de lembrar os seus tempo de SSP, ao convidar os estão ex-companheiros Big Nelo, Kudy e Jeff Brown, com os quais interpretou músicas que levaram o  grupo ao mais alto patamar da música nacional, nos estilos Rap e R&B.  
 

O grande momento da noite deu-se aquando da entrada do músico sul-africano Maezee, com o qual Paul G interpretou o grande sucesso nacional e internacional “The Feeling”, do Single com o mesmo nome.
 

No final do show, o músico mostrou-se satisfeito com a participação do público e referiu que a música angolana está de parabéns e que o espectáculo permitiu juntar várias gerações de músicos e sobretudo recordar o início da sua carreira.
 

Já o artista sul-africano Maezee disse ter adorado participar no espectáculo, referindo  que Angola tem bons executantes musicais. Agradeceu ao povo angolano pelo carinho e considerou que Angola e África do Sul estão no bom caminho, no tocante à música.
 

Paul G começou a carreira nos anos 90 e foi membro fundador do grupo hip-hop SSP, onde ganhou experiência, quer como bailarino, quer como intérprete.
 

O cantor gravou o seu primeiro disco a solo sob o título “Transition”, estreando-se como uma das referências da música R&B “made in Africa”.

 

 

 

SOULZOUK.COM