Yola Semedo Entrevista

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn
yola semedo 01Desde pequena que os seus pais adivinharam o seu futuro. O segundo nome de Yola Semedo é Moutofa, que em kwanhama significa “rainha”, posto que ocupa no coração dos angolanos graças ao seu talento musical, simpatia, carisma, humildade e profissionalismo.

Yola Semedo
A grande entrevista excluviva

Yola nasceu e cresceu numa família ligada à música: “O meu pai foi professor de música e também quem mais incentivou a nossa carreira. Antes de existirem os Impactus 4, surgiram os Impactus 8. O grupo já existe há trinta anos, pois não somos todos da mesma faixa etária e fui uma das últimas a entrar na formação. Lembro que o meu pai chegou a criar um grupo chamado Projecção, só para que eu pudesse aprender como executar os instrumentos, pois com pessoas da minha idade era mais fácil”, lembrou animada logo no início da entrevista.

A semelhança do primeiro álbum homónimo, este segundo traz muito da cantora para o público, e talvez até um pouco mais do que o anterior: “Com certeza as coisas vão evoluindo e nós também vamos ficando mais maduros. Neste disco pude contar um bocado da minha história para o mundo. Realmente mostrei a minha alma”. Amanhã, dia 19, a Praça da Independência terá, com certeza, uma das maiores enchentes de sempre. Yola Semedo irá vender e autografar o seu segundo álbum e garante: “O álbum está óptimo! Claro que sou suspeita para falar, mas também sei ser crítica e foi por isso que acompanhei todo o trabalho, porque sei que quem gosta da minha música merece o melhor”.

PRIMEIROS PASSOS A SOLO

Por ter crescido numa família de músicos, onde era das mais novas, sempre contou com a opinião dos irmãos no seu trabalho. Em 2004, achou que era a altura certa para enveredar para uma carreira a solo: “O meu primeiro álbum foi acima de tudo uma oportunidade para o meu crescimento profissional. Senti a necessidade de afirmar-me como cantora, de desenvolver as minhas escolhas. Graças a ele ganhei maturidade suficiente e consegui dar continuidade a uma carreira sólida”. Porém a cantora afirmou também que este período não foi só ‘flores’: “Foram momentos conturbados para mim e para a minha família também. Para quem tem está habituada a estar em grupo, ficar pela primeira vez sozinha não é uma boa sensação. Fui para a África do Sul para gravar o álbum e os meus irmãos ficaram por cá. Apesar de falarmos sempre por telefone, foi difícil estar no estúdio, longe deles”, afirmou.

Houve algo que entristeceu ainda mais a cantora: a morte do seu pai um mês antes do lançamento do disco. “Contei com o apoio da minha família e dos amigos para tentar superar a perda. O meu pai sempre foi quem mais incentivou a nossa carreira. Espero que ele esteja orgulhoso do meu trabalho”, diz, emocionada.

MINHA ALMA

Yola esteve muito envolvida na produção do seu novo álbum, Minh’Alma. Para isto, contou com a ajuda do produtor musical, Nelo Paim. “O disco foi todo imaginado em Angola. Gravei todas as primeiras músicas no estúdio do Afonso Quintas, e depois fui para Europa, fazer a gravação final”. A obra discográfica conta com 14 faixas de diferentes estilos, entre os quais o kizomba, o semba e o zouk.

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS

Neste novo álbum, a cantora trabalhou com profissionais de vários países. Porém houve algo que muito a surpreendeu pela positiva: a participação do também renomado músico angolano, Paulo Flores, “ O Paulo é, sem sombra de dúvida, um dos artistas mais humildes que eu conheço. Só para terem uma ideia, se nós marcássemos para as 15 horas, ele aparecia trinta minutos antes. Isso só me provou que ele é uma pessoa com os pés bem assentes na terra, e ensinou-me bastante. A cada dia torno- -me mais fã dele”.

Além de Paulo Flores, Yola contou também com a participação de outros grandes nomes da música angolana, como Presilha, Nelo Paim e Matias Damásio.

DE ANGOLA PARA O MUNDO

Cada vez mais a carreira de Yola Semedo tem sido valorizada em outros países. Esteve presente em vários eventos em Portugal, na França, no Brasil, “Estive em Abu Dhabi, nos Emiratos Árabes Unidos, a cantar numa festa em alusão ao Dia de Paz em Angola. Foi muito divertido ver a paixão que as pessoas nutrem pela música angolana. Várias pessoas mataram saudades da terra através dos sons e o mais engraçado foi ver os xeiques vibrarem também”, lembrou.

Deste novo álbum, a cantora prevê mais shows além fronteiras. E desde já afirmou que a tournée que não ficará apenas por Angola: “Agora que tenho a certeza de que tenho fãs por todo o mundo, só tenho que agradecer. Peço sempre a Deus para que me ajude a levar a minha música a todos que gostam de mim”.

AMOR INCONDICIONAL

Yola Semedo

Yola Semedo

Apesar de terem personalidades opostas, Yola Semedo e o seu companheiro, Carlos Dias, provam que o amor vence tudo. Juntos há 14 anos, Yola garante que encontra no parceiro um amor incondicional: “Ele é o meu anjo. Estamos juntos para tudo. Adoro o facto dele compreender e aceitar o meu trabalho, o que é cada vez mais raro de encontrar nos relacionamentos. Nós somos cúmplices, acima de tudo”, esclareceu.Foi o namorado quem a impulsionou a gostar da selecção argentina, por quem torce neste mundial.Muitas vezes é procurada por novos talentos do mercado musical, e nunca fechou a porta a ninguém. A cantora aproveitou o momento para dar alguns conselhos: “Tenho a sorte de ser procurada por pessoas que querem começar a sua carreira musical. Cada vez mais sinto a obrigação de passar aquilo que aprendi. Espero poder ter uma produtora e ajudar directamente os novos talentos angolanos”, afirmou.

ALMA SOLIDÁRIA

Conhecida também pelo seu lindo sorriso, a cantora faz questão de sempre valorizar os seus fãs e as pessoas carentes. Deu o rosto por várias campanhas de solidariedade, entre as quais a da Chevron, onde é embaixadora na luta contra a malária, HIV e cancro de mama. Já fez algumas campanhas ligadas ao Ministério da Saúde, e sempre que pode, associa-se a campanha infantis. “Deus me deu a bênção de ter esta voz, então eu devo utilizá-la não só para mim, mas também para ajudar os outros. Não custa nada esticar a mão, pois faz uma diferença muito grande na vida das pessoas que ajudamos”.

O CORPO ESBELTO

Além do seu inquestionável talento vocal, a cantora é conhecida pelo seu aspecto físico que a tornou numa das mais cobiçadas sex symbol angolanas. Dona de umas curvas inigualáveis, revelou- -nos como faz para manter-se sempre em forma: “Não vou negar que é difícil. Faço uma dieta e vou sempre ao ginásio. Agora com a promoção do novo álbum tenho tido muito pouco, mas há alturas em que chego a estar na academia duas vezes ao dia. Tenho uma dieta rigorosa. Há vezes em que sou capaz de só viver de alfaces, mas não deixo de devorar uns chocolates e de beber Coca-Cola (risos). Porém sei que quando o faço, os exercícios depois serão a dobrar”, frisou. Acrescenta ainda: “Gosto muito do conforto do meu lar, e tenho o prazer de contar com a Carolina, a minha fada do lar, para manter sempre tudo organizado, principalmente a minha dieta, que é muito rigorosa”.

“MAYBE TOMORROW”

Entre todas as músicas que já escreveu, há uma que merece destaque por ter marcado um período triste da sua vida: “Dizem que uma mãe não pode escolher o filho preferido, porém todo mundo sabe que isto acontece (risos). A música “Maybe Tomorrow” marcou a minha vida por vários motivos. Tinha perdido uma grande amigo, o Walter, que era baterista da banda Projecções, onde trabalhei na infância. Compus esta música quando tinha 17 anos”, lembrou emocionada. A cantora frisou várias vezes a vontade de ser mãe durante a entrevista: “O bom nisto tudo é que o Carlos entende que primeiro devemos ter as condições necessárias criadas. Quero que acima de tudo os filhos que tivermos sejam felizes. O momento certo virá e com certeza eles serão muito amados, não só por nós, mas também por todas as ‘tias’ que já andam a cobrar ‘sobrinhos’ (risos)”. Os videoclips das músicas “Say Yo” e “Lua Injusta” já foram gravados. Yola fez questão de frisar, para surpresa dos fãs, que é uma óptima dançarina, e, que irá dançar todos os hits do seu novo álbum. A musa angolana já está a pensar numa digressão pelo país, “Primeiro vamos vender o álbum por Angola, mostrar a Minh’Alma a todos os fãs. E depois fazer uma tournée pelo país, em Outubro, que não ficará por aí. Vou continuar a investir numa carreira internacional”, esclareceu. Uma coisa já é certa: amanhã, na Praça da Independência, vamos todos poder conhecer melhor a alma de uma das cantoras mais talentosas e carismáticas

 

PERFIL


* Nome completo: Yola Moutofa Coimbra Semedo yola semedo

* Data de nascimento: 8 de Maio de 1978

* Comida: Bife com arroz e feijão

* Música: “Sexual Healing”, Marvin Gaye

* Cantor: André Mingas

* Lugar: Zanzibar, Tanzânia

* Ídolo: Nelson Mandela

* Restaurante: Coconut’s, Ilha de Luanda

* Frase :“Não deixes para amanhã, o que podes fazer hoje”

 

SOULZOUK.COM