Faleceu Oliver N'Goma em Libreville

500152.gif

Oliver N'Goma, músico do Gabão, faleceu na noite (06 para 07 de Junho), no Hospital de Instrução Militar Omar Bongo Ondimba em Libreville.

De acordo com o comunicado da Lusafrica, a sua morte deveu-se a uma insuficiência renal.

Este súbito desaparecimento ocorreu dois dias após o lançamento de um documentário e de um livro sobre ele, numa altura em que se preparava para entrar em estúdio para a gravação de um novo álbum.

O cantor e guitarrista é o autor de BANE, que é, sem dúvida, um dos maiores sucessos da música africana dos últimos 25 anos. O seu estilo é afro-zouk e reggae.
Oliver N'Goma do seu verdadeiro nome Olivier N'Goma ou Noli para os amigos nasceu em Mayumba, Gabão no dia 23 de Março de 1959. O seu pai era professor e era considerado um dos melhores a tocar harmónica na região e foi pelas mãos dele que o jovem Oliver aprendeu a tocar este instrumento quando tinha oito anos.

Em 1971, a família deixou Mayumba para a capital do Gabão, Libreville, onde Oliver estudou contabilidade na escola secundária, juntou à banda da escola, “Capo Sound”, tocando violão. Oliver não se interessava muito pelas aulas de contabilidade, porque preferia concentrar-se nas suas duas grandes paixões: cinema e música.


Começou a coleccionar instrumentos musicais, e em pouco tempo já tinha um estúdio em casa, sempre com esperança de se tornar um músico profissional talentoso. No entanto, surgiu a oportunidade de começar a trabalhar como operador de câmara, a sua segunda paixão. Foi na Televisão do Gabão que Oliver começou a trabalhar como operador de câmara. Em 1988 viajou para Paris onde para formação. Durante o longo Inverno que passou na capital francesa Oliver aproveitou para trabalhar as suas composições, em demo.


Durante a sua estadia em Paris, Oliver conheceu Manu Lima, um dos melhores produtores de show Africano em Paris. Manu Lima ajudou a relançar a carreira de muitos artistas africanos, como Monique Seka, Pépé Kallé. Quando Manu Lima ouviu as melodias de Oliver pela primeira vez ficou logo maravilhado e concordaram em trabalhar juntos nas gravações do primeiro CD de Oliver, como director artístico.


O álbum foi bem recebido pela crítica, quando foi oficialmente apresentado, com o tema de maior sucesso, “Bane”. Mas em 1990, especialmente graças Rádio África Nº1 e Obringer Gilles, na Rádio France International, e posteriormente discotecas africanos e franceses, o tema “Bane” tornou-se num sucesso tremendo em toda a África, França e nas Antilhas, onde ainda hoje, é possível ser ouvida em qualquer parte.



“Bane” é um dos maiores sucessos da música moderna africana, juntamente como temas como Mário do Franco, Brigadier Sabari de Alpha Blondy’s, “Ancien Combattant” de Zao’s (Veteran) e o Kwassa Kwassa de Man`s Kanda Bongo . Manu Lima conseguiu um equilíbrio perfeito entre os ritmos africanos e uma nova batida do Zouk.


O tema Icole, também foi um sucesso. O álbum, “Bane” rapidamente tornou-se num dos discos mais vendidos na história da música Africana. E, Oliver teve a oportunidade de visitar as principais capitais africanos, apresentado as suas músicas, onde foi recebido como um chefe de Estado. Desde 1990, nenhuma música nova conseguiu ofuscar o sucesso alcançado por “Bane”.


Oliver recusou-se a deixar levar pelo enorme sucesso que alcançou, percebendo que teria que viver até ao seu novo estatuto. Assim que regressou ao trabalho, Ngoma sabia que o segundo album seria para ele uma espécie de libertação.


Oliver continuou a sua parceria musical com Manu Lima, e os dois começaram as sessões de gravação de "Adia" em conjunto no final do Verão de 1995. O álbum surgiu em meados de Dezembro do mesmo ano. Combinando sofisticação com proliferação de batidas.


Em 2001, Oliver gravou “Seva” , mas desta vez sem a parceria de Manu Lima. Contudo pouco tempo depois voltou a gravar com o produtor franco cabo-verdiano, Manu Lima, cuja competência foi tão crucial nos seus dois primeiros álbuns, e o resultado final deste reencontro foi “Saga” lançado em Maio de 2006.


A habilidade musical de Manu Lima que marcou o sucesso, que viria a premiar o álbum “Saga”, que é essencialmente um sucesso da dança estilo Zouk Africano.


Além da musica Saga, que dá nome ao álbum, o cd inclui vários outras canções, como Noli, uma espécie de rumba- zouk com destaque para os vocalistas e guitarras congoleses, bem como colaboração especial, com a parisiense MC Kevin Sauron: Lubuge.

 

Discografia:


Bane – CD Lusafrica

AdiaA – CD Lusafrica

Seva – CD Lusafrica

Saga – CD Lusafrica

Best of – CD Lusafrica

Best off clips – DVD Lusafrica

Veja um dos seus videos



Descanse em Paz...

Comments   

#1 Rest In Peace OliverDersio_Carter 2010-07-16 08:17
Um dus melhores cantores africanos de todos os tempos é uma pena temos perdido ele

Built with HTML5 and CSS3
Copyright © 2013 SOULZOUK.COM

Powered by Warp Theme Framework

Facebook

Twitter

Google Plus

YouTube